Serviço Social - Graduação - Faculdade Santa Maria

Home Graduação Serviço Social

Serviço Social

Símbolo do Curso de Serviço Social

No Brasil, a profissão de assistente social ganha ênfase com a criação da 1ª Escola Católica de Serviço Social em 1936. A partir da década de 1970, a profissão caminha ao Movimento de Reconceituação, o qual adota os princípios marxistas como fundamentais para o amadurecimento, rompendo assim com o aspecto caritativo e assistencialista que marcou sua gênese. No Brasil, o Dia do Assistente Social é comemorado em 15 de Maio. A data marca os princípios filosóficos que guiaram sua gênese. Em 15 de maio de 1891, o Papa Leão XIII publicava a Encíclica “ Rerum Novarum”, sendo a primeira Encíclica Social escrita por um Papa que expunha o posicionamento da Igreja frente aos graves problemas sociais que dominavam as sociedades européias, ante as revoluções provocadas pelo capital.

Na contemporaneidade, o profissional de Serviço Social é Bacharel qualificado que, privilegiando uma intervenção investigativa, através da pesquisa e análise da realidade social, atua na formulação, execução e avaliação de serviços, programas e políticas sociais que visam a preservação, defesa e ampliação dos direitos sociais e da justiça social. A profissão foi regulamentada com a LEI N° 8.662, de 7 de junho de 1993. Nos Art. 4º e 5º a Lei estabelece as competências e atribuições do Assistente Social. A jornada de trabalho do Assistente Social é de 30 (trinta) horas semanais. (Lei nº 12.317, de 2010).

O Curso de Bacharelado em Serviço Social da Faculdade Santa Maria – FSM foi reconhecido pela Portaria MEC n°. 648 de 10 de Dezembro de 2013. O curso privilegia a postura crítica dialética da realidade a ser trabalhada, no sentido de criar formas participativas de enfrentamento a “questão social” em suas diversas refrações. A matriz curricular tem 9 (nove) períodos, apresenta uma proposta pautada na formulação de profissionais capazes de contribuir para o avanço do saber e das práticas profissionais em suas dimensões teórico-metodologica, ético-política e técnico –operativa, comprometidos com os valores e princípios norteadores do Código de Ética Profissional, que sejam capazes de atender às demandas do mercado de trabalho e das demandas sociais, tendo como princípios a perspectiva de educação continuada e permanente, de construção e socialização de conhecimento e práticas comprometidas com os projetos societários, conscientes que são pressupostos norteadores da formação do Assistente Social.

Mais informações

Horário: Matutino

Semestres: 9

Carga Horária: 4200